Posts Tagged ‘plantas artificiais’

posted by on Almoço, Jantar, Mesa Hits

Como disse ontem, é possível inovar a partir de um clássico. Hoje mostro duas mesas navy que montei dando toques diferentes para sair um pouco do tradicional.

Na primeira, troquei o vermelho pelo amarelo e coloquei pitadas lúdicas para deixar o almoço mais divertido para meu enteado de quatro anos. Para nós adultos, usei jogos americanos brancos, sousplats com capas em chevron amarelo e branco, pratos brancos e azuis, guardanapos amarelos com argolas feitas de corda e nó de marinheiro. Para ele, coloquei jogo americano estampado de piratas, sem sousplat. Inspirada nas garrafas com mensagens, fiz um arranjo com garrafa azul tombada e verdinhos artificiais.

CAMCC-mesasnauticas-01 CAMCC-mesasnauticas-02 CAMCC-mesasnauticas-03 CAMCC-mesasnauticas-04 CAMCC-mesasnauticas-05

Na segunda mesa, mantive a combinação de azul, branco e vermelho, mas dei um toque floral à composição. Usei os mesmos jogos americanos brancos da mesa anterior, sousplats com capas lisas azuis, pratos estampados de flores com azul e vermelho, guardanapos brancos e as mesmas argolas. No centro da mesa, usei um bowl combinando com os pratos com os verdinhos artificiais e duas lanterninhas vermelhas.

CAMCC-mesasnauticas-06 CAMCC-mesasnauticas-07 CAMCC-mesasnauticas-08 CAMCC-mesasnauticas-09 CAMCC-mesasnauticas-10

No próximo post, vou mostrar o passo a passo dessa argola de guardanapo.

posted by on Almoço

A primeira mesa com inspirações amazônicas é quase uma homenagem ao hotel de selva de Anavilhanas. Como lá todas as refeições estão incluídas, a mesa de cada hóspede, casal, família ou grupo fica cuidadosamente arrumada e reservada. A identificação é feita através de bichos de madeira, os mesmos que identificam os chalés e bangalôs. Na minha produção, usei um bicho para cada lugar na mesa. Esses bichos são da Fundação Almerinda Malaquias, que desenvolve um projeto muito bacana junto a adolescentes carentes da cidade de Novo Airão. Tudo o que eles produzem são de sobras de madeira, seja de construções, serrarias ou de árvores caídas na floresta. O resultado são peças de altíssima qualidade, um trabalho que dá muito gosto de se ver! Nesse município, o mais próximo do hotel, fica também o Flutuante da Marilda, onde a gente pode alimentar os botos cor-de-rosa que vivem no rio (soltos, tá?) e algumas lojas que vendem artesanato indígena (já disse aqui que amo e fiz uma semana indígena, lembra?), como as pulseiras que usei como argola de guardanapo e o cesto da tribo Waimiri Atroari. Quer saber o menu perfeito para essa mesa? Tacacá de entrada, Tambaqui assado com farofa e mousse de cupuaçu para finalizar. Hummm…

CAMCC-mesarionegro-01 CAMCC-mesarionegro-02 CAMCC-mesarionegro-03 CAMCC-mesarionegro-04 CAMCC-mesarionegro-05 CAMCC-mesarionegro-06CAMCC-mesarionegro-07 CAMCC-mesarionegro-08 CAMCC-mesarionegro-09 CAMCC-mesarionegro-10 CAMCC-mesarionegro-11 CAMCC-mesarionegro-12 CAMCC-mesarionegro-13

 (Todas as peças são do acervo pessoal.)

posted by on Café da manhã, lanche e chá da tarde

A jabuticabeira é uma das minhas árvores preferidas e eu só poderia montar uma mesa, com esse tema, se ela fizesse parte do cenário. Decidido isso, não precisava mais de muita coisa, bastou uma pequena mesa que cobri com uma toalha branca com um belo trabalho em richelieu, pratos de cerâmica de folhas, talheres de madeira e guardanapos estampados de jabuticabas com argola combinando. Para brindar o momento, taças com suco natural das frutinhas que, após lavadas e selecionadas, congelo para ter sempre em casa. Para arrematar, plantinhas artificiais num cachepot com maritaca, que como a gente, adora jabuticabas!

CAMCC-mesajabuticabas-01 CAMCC-mesajabuticabas-02 CAMCC-mesajabuticabas-03 CAMCC-mesajabuticabas-04 CAMCC-mesajabuticabas-05 CAMCC-mesajabuticabas-06 CAMCC-mesajabuticabas-07

(Todas as peças são do acervo pessoal.)