Posts Tagged ‘marcador de lugar’

Cobre

dez
2014
01

posted by on Temas

Já tem um tempo que o cobre tem dado o ar da graça na decoração. Na cozinha, ele esteve sempre presente em lindos utensílios como tachos e panelas e agora vem com força total, fazendo brilhar chaleiras, canecas, medidores, fôrmas, cortadores e até batedeira KitchenAid! Para a mesa posta não poderia ser diferente, talheres, sousplats, argolas de guardanapo, saladeiras, pratos, castiçais, cachepots… são muitas opções para o cobre dar um toque de glamour renovado, principalmente nesta época de fim de ano em que os tons metálicos ficam mais em evidência. Para quem quer investir em peças de cobre de verdade, saiba que esse material nunca perde a elegância e as marcas do tempo e do uso são puro charme. Para quem procura por opções fáceis e baratas, existem outros materiais que podem ser trabalhados na tonalidade acobreada ou mesmo puxando para o ouro rosa. Para os fãs do faça-você-mesmo, jogue-se na tinta spray e dê outra cara para móveis e objetos! Confira essas imagens e inspire-se!

CAMCC-cobre-01 CAMCC-cobre-02 CAMCC-cobre-03 CAMCC-cobre-04CAMCC-cobre-05CAMCC-cobre-06CAMCC-cobre-07CAMCC-cobre-08CAMCC-cobre-09CAMCC-cobre-10CAMCC-cobre-11CAMCC-cobre-12CAMCC-cobre-13CAMCC-cobre-14CAMCC-cobre-15CAMCC-cobre-16CAMCC-cobre-17CAMCC-cobre-18CAMCC-cobre-19CAMCC-cobre-20CAMCC-cobre-21CAMCC-cobre-22CAMCC-cobre-23CAMCC-cobre-24CAMCC-cobre-25CAMCC-cobre-26CAMCC-cobre-27CAMCC-cobre-28CAMCC-cobre-29CAMCC-cobre-30CAMCC-cobre-31CAMCC-cobre-32

Imagens: Pinterest

Limão siciliano

nov
2014
17

posted by on Temas

Apesar do nome, o limão siciliano tem origem asiática e é considerado o verdadeiro limão. Ele já foi usado para combater e prevenir doenças e até para proteger as roupas de traças pelos gregos antigos. Hoje ele faz sucesso mesmo em receitas doces e salgadas. Quem já experimentou um mousse de limão siciliano? E brigadeiro? E risotto? E macarrão? Humm, eu sou suspeita para falar, pois adoro essa fruta cítrica. E adoro mais ainda o fato de ter um pezinho na minha casa dando frutos a todo momento. Ah, você leu na internet que não dá para plantar no Brasil por causa do clima? Pois eu te conto que é possível sim, diretamente no chão ou em vasos, como fazem os italianos. Bom, para decorar ou para saborear, o limão siciliano é um sucesso e eu não poderia deixar de dedicar uma semana inteira só para ele!

CAMCC-limãosiciliano-01 CAMCC-limãosiciliano-02 CAMCC-limãosiciliano-03 CAMCC-limãosiciliano-04 CAMCC-limãosiciliano-05 CAMCC-limãosiciliano-06 CAMCC-limãosiciliano-07 CAMCC-limãosiciliano-08 CAMCC-limãosiciliano-09 CAMCC-limãosiciliano-10 CAMCC-limãosiciliano-11 CAMCC-limãosiciliano-12CAMCC-limãosiciliano-13 CAMCC-limãosiciliano-14 CAMCC-limãosiciliano-15 CAMCC-limãosiciliano-16 CAMCC-limãosiciliano-17 CAMCC-limãosiciliano-18 CAMCC-limãosiciliano-19 CAMCC-limãosiciliano-20 CAMCC-limãosiciliano-21 CAMCC-limãosiciliano-22 CAMCC-limãosiciliano-23 CAMCC-limãosiciliano-24

Imagens: Pinterest, Louçaria, Porto Brasil, Vestindo a Mesa, Taonh

posted by on Almoço, Brunch e Picnic

A primeira produção é para uma ocasião mais festiva. A longa mesa branca recebeu um trilho no centro de tie dye e várias garrafas de vidro com folhas de samambaia. Para cada lugar, um prato azul de ágata, guardanapo estampado, cartão marcador escrito à mão com um pequeno cristal como peso, talheres dourados, taça azul e copo transparente. Pequenos vasos com cactos ou suculentas com coraçõezinhos espetados, além de enfeitarem a mesa, eram mimos para os convidados.

mesaindigo-06 mesaindigo-07 mesaindigo-08 mesaindigo-09 mesaindigo-10 mesaindigo-11 mesaindigo-12

via 100 Layer Cake

A segunda produção é para uma despojada refeição em casa. Aqui, também foi usado um trilho, mas no sentido inverso da mesa. Repare que nas fotos, aparecem arranjos diferentes, porém, sempre verdes. Louça branca, azul e estampada nessas duas cores compõe um agradável mix. Os guardanapos são de tie dye e os marcadores de lugar em ardósia escritos com giz.

mesaindigo-01 mesaindigo-02 mesaindigo-03 mesaindigo-04 mesaindigo-05

via Camille Styles