Posts Tagged ‘comidinhas’

posted by on Jantar

Para quem nunca fez, vou passar umas dicas para uma noite de fondue sem complicação. Começando pelo fondue em si:

Fondue de queijo

Eu não faço de carne porque não me agrada a ideia de ficar cozinhando aquilo na mesa, me dá a impressão que todos sairão cheirando à fumaça. Sabe aquela coisa nunca comi, mas não gostei? Enfim, prefiro de queijo. Hoje em dia, existem várias marcas no mercado de fondue de queijo já pronto. Basta derreter na panela, adicionar vinho branco, um temperinho a mais que queira e Voilá! Simples, rápido e gostoso. Para quê dificultar as coisas? O acompanhamento tradicional é pão cortado em cubinhos. Pão italiano, de preferência. Mas dá para fazer uma versão light ou até sem glúten. Aqui, servi também tomates grape, salsão e batatas bolinha. Para as batatas, é só cozinhá-las em água até ficarem macias, com casca mesmo, e depois levar ao forno para dourar com azeite, sal e pimenta do reino. Fica uma delícia! Para beliscar entre uma mergulhada e outra, servi castanha de caju.

Fondue de chocolate

Ao contrário do de queijo, o fondue de chocolate não compensa comprar pronto. É muito fácil de fazer e sai mais barato. Eu usei duas barras de chocolate meio amargo e uma ao leite. Derreti tudo no micro-ondas, passei para panela adicionando uma lata de creme de leite e uma xícara pequena de conhaque. Para acompanhar, eu gosto das seguintes frutas: banana, morango e kiwi. Servi também mini bolachas wafer e côco queimado ralado para molhar após o chocolate. Vale ressaltar que essa ideia foi aprovadíssima! (Inclusive, só tem uma foto dessa parte, ali embaixo).

Bebidas

Peguei uma consultoria rápida com uma amiga, a nutricionista e sommelière Érika Mesquita e ela me disse que a harmonização clássica do fondue de queijo é com vinho branco. Um Chardonnay, por exemplo. Mas como no tempo frio ficamos com vontade de tomar vinho tinto, era interessante preferir um tinto leve e frutado, como um Tempranillo ou Pinot Noir. Para o de chocolate, o Vinho do Porto cai muito bem. Se tem alguém na turma que não bebe, minha dica é servir suco de uva integral, na taça de vinho, para não perder o estilo. Na foto do brinde, tem taça com suco e aposto que se eu não contasse, ninguém ia perceber!

A mesa

Neste dia, a decoração da mesa também foi sem complicação. Usei uma toalha estampada com vinho, pink, marsala, preto e dourado. Como a gente se mexe muito para comer fondue e, dependendo do lugar que se está (nas pontas da mesa), é necessário se levantar para alcançar a panela, eu eliminei qualquer acessório, deixando apenas o essencial. A panela com réchaud ficou no centro e a que eu usei vem com um suporte de madeira, com várias cumbucas para colocar os acompanhamentos. Nos lados, coloquei duas travessas com o pão, em maior quantidade. Para cada lugar, um kit básico: prato pequeno, guardanapo de papel, espeto, taças de vinho e água e uma porção de castanha. Não vejo a necessidade de se usar prato grande para fondue e acho o guardanapo de papel mais prático. Se preferir usar de tecido, coloque na mesa também alguns de papel, pois eles podem ser requisitados. Já vi algumas pessoas usando talheres, mas nunca entendi o porquê. Só justifica se for servir algum prato além do fondue. Caso contrário, elimine-os. Uma consideração final: usei uma dica muito bacana e divertida da @jupallos. Coloquei no Netflix uma lareira! Isso mesmo, é só buscar por “A fireplace for your home” para ter uma lareira em casa. Estava fazendo um frio danado e a lareira deu um clima, mesmo sendo apenas cenográfica. Foi um sucesso, adorei Ju!!!

CAMCC-fonduemarsala-01 CAMCC-fonduemarsala-02 CAMCC-fonduemarsala-03 CAMCC-fonduemarsala-04 CAMCC-fonduemarsala-05 CAMCC-fonduemarsala-06 CAMCC-fonduemarsala-07 CAMCC-fonduemarsala-08 CAMCC-fonduemarsala-09

(Todas as peças são do acervo pessoal.)

posted by on Jantar

Jantar do dia a dia não precisa ser sem graça. Dá para fazer uma comidinha leve e gostosa acompanhada de uma tacinha de vinho para relaxar e caprichar, sem exageros, na decoração da mesa. Está sem flores? Pega aquele vaso ali do cantinho. Aproveita e traz a vela também. Pode usar um jogo americano básico? Pode, pode sim. Mas coloca um sousplat com capa estampada para dar um charme! Por cima do prato branco, coloque um menor de modelo diferente para a entrada. Aí tem que colocar dois talheres diferentes? Não, não precisa, pode-se usar os mesmos. E os guardanapos? De papel ou tecido? Você quem sabe, mas os de tecido a gente arremata com uma bela argola, né?! O que mais precisa? Só correr para cozinha e preparar algo apetitoso! Bom jantar! 😉

CAMCC-mesamarsala-01 CAMCC-mesamarsala-02 CAMCC-mesamarsala-03 CAMCC-mesamarsala-04 CAMCC-mesamarsala-05 CAMCC-mesamarsala-06 CAMCC-mesamarsala-07 CAMCC-mesamarsala-08 CAMCC-mesamarsala-09

(Todas as peças são do acervo pessoal.)

posted by on Jantar

As abóboras são todas alaranjadas por dentro, mas por fora elas podem ser brancas, cinza, verdes, azuis, pretas… Não é incrível isso? Mais surpreendente é essa produção mostrada pela Claire, do blog The Kitchy Kitchen. Pensando numa noite com menu mexicano, ao invés de fazer uma decoração totalmente colorida, como o esperado, optou-se por usar cores neutras e elegantes. O resultado foi uma longa mesa com trilho central e vários arranjos com abóboras em diversos tamanhos, em branco e tons de verde acinzentado, flores, folhas, sementes e repolhos ornamentais. Pratos pretos e guardanapos em linhão complementaram o serviço. Com base neutra, a comida colorida ficou ainda mais vibrante e, no cardápio, tinha sopa de abóbora com côco servida em mini abóboras, tacos com diversos recheios e bolo de chocolate mexicano como sobremesa. Sofisticado e casual, como a própria Claire definiu. Veja:

taconightaboboras-01 taconightaboboras-02 taconightaboboras-03 taconightaboboras-04 taconightaboboras-05 taconightaboboras-06 taconightaboboras-07 taconightaboboras-08

via The Kitchy Kitchen